terça-feira

Nuno crato: o cúmulo da anormalidade na Educação em Portugal



Numa escola em Benfica, na Pedro Santarém, "só" faltam 20 professores, o número de vezes que o Crato e companhia devia ter sido demitido. Tanto adiamento é lesivo da escola publica, dos alunos e representa o total desprestígio das instituições em Portugal. Pior do que o Crato só mesmo o governo que precariamente o segura neste cadáver adiado chamado Portugal.

__________

Obs: Portugal tem como ministro da Educação um matemático e um estatístico mas que não sabe fazer contas e calibrar os cálculos na seriação dos professores que concorreram para dar aulas nesta abertura do ano escolar/2014; é um divulgador científico mas a sua acção tem-se pautado pela continuada incompetência que tem lesado os interesses legítimos dos docentes, dos alunos e da sociedade no seu conjunto. Talvez fosse desejável mandar nuno crato para a escola, quiça pudesse voltar a aprender a fazer contas. Ou então, mandá-lo para o Plano Inclinado da Sic N. debitar aquelas baboseiras de pseudo-divulgação científica que lhe tem sido atribuída, e com base na qual ganhou fama e popularidade. 

O CDS de Paulinho Portas lembrou-se deste nome para a pasta da Educação, que o Passos coelho aceitou, tamanho o cancro que alastra hoje pelo país, com o país, hoje, um mês volvido da abertura do ano escolar, com inúmeras escolas (ainda) sem professores.

Crato e os seus colaboradores são um verdadeiro traste, e por terem especiais qualificações na área das ciências exactas - integram o maior cúmulo da anormalidade política em Portugal. Pior do que isto só voltando ao tempo do (des)governo de Santana lopes. 

Crato evoca aquele talhante que um dia sonhou ser cirurgião, e no dia a seguir ao sonho vê-se no Hospital de Sta. Maria a operar...

Neste caso, os doentes são os próprios alunos. 

_________ 


Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home