segunda-feira

O Portugal cafona da TV e arredores:





O Portugal cafona da TV e arredores:

- Tropeço na caixa negra, ela acende-se e devolve-me imagens brutais: na RTP1 decorre o concerto do Carreira, que inspira um sentimento tão nobre quanto inexplicável, por isso também não explico; a tv do dr. Balsemão persegue a busca por artistas que ali se humilham e extravasam sentimentos íntimos, ficando até sem alma, tamanha é a ânsia de agradar a tudo e a todos; na tv de Queluz a pornografia é totalmente assumida, numa película inqualificável, nem no Politeama das décadas passadas retratadas eficientemente pelo Herman - aquilo teria lugar.

- E o pior é que todas estas estações de TV não produzem todo esse lixo televisivo deliberadamente, fazem-no na presunção de "roubar" share de mercado/audiência à concorrência, e todos os envolvidos pensam assim nesta caminhada para o suicídio colectivo assistido. 

- O resultado final global é só um: uma degradação galopante nas propostas e no valor televisivo que é servido aos telespectadores.

- Salva-se, as usual, a RTP2 - com uma entrevista ao cineasta António Pedro Vasconcelos. 

- Dizem que a televisão mata o cinema. Em compensação, a TV também mata a televisão. Eis a TV que temos: reduz cabeças. 

___________



Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home