quarta-feira

Entre jornalismo, jornalistas e política e banca: um retrato da nação desnorteada




Os homens do Expresso e Ricardo Salgado, o BES, o Grupo Espírito Santo: Nicolau 

Santos, Pedro Santos Guerreiro, João Vieira Pereira. E Miguel Sousa Tavares. E João

Duque. E outros de outra comunicação social como Marcelo Rebelo de Sousa. E o 

Correio da Manhã (mas isso não sei se é bem jornalismo). E os Partidos. E não só.



________________








Obs: Resumos e testemunhos interessantes que os jornalistas económicos fazem acerca
do banca, dos banqueiros, das suas ligações politico-empresariais e, acima de tudo, de
como essas liaisons podem condicionar o funcionamento e a sustentabilidade de empresas
de comunicação detentoras de grandes meios de comunicação social em Portugal.

Estas derivas trazem consigo boa parte do ADN deste miserável país e explicam a 
degradação moral, ética e política a que todos chegámos. Ou melhor, alguns, ainda que
paguem todos quando as coisas aquecem. Embora só ganhem alguns, quando as coisas
arrefecem...

___________________________


Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home