terça-feira

Um fartar de vilanagem. A marca d´água de Pedro e Paulo, a dupla de meliantes


Nota prévia: Pedro passos coelho em vez de pretender fazer a Revisão Constitucional à pressa a fim de permitir eleições antecipadas até que se fizesse eleger de novo, como num jogo com cartas viciadas, deveria antes pensar no país, e, a essa luz, nessa mesma revisão da lei fundamental, deveria defender a inclusão duma norma que impediria o governo em funções, que é demissionário, de fazer nomeações deste teor 60 ou 90 dias antes de cessar funções, para evitar depauperar ainda mais o erário público, que a Mª Luís dizia estar de "cofres cheios, tamanha a mentira. Mas a MENTIRA, foi, de facto, o método e o expediente, na forma e no conteúdo, deste miserável governo desgovernar Portugal desde 2011. E a miséria continua à vista, até ao último minuto em que ainda estão agarrados ao poder, como ervas daninhas...
__________


100 nomeações para o Governo PSD/CDS no dia em que Costa foi chamado


São assessores, técnicos especialistas, adjuntos, motoristas, auxiliares, chefes de gabinete, secretárias. E foram todos designados para exercer funções nos gabinetes do Governo liderado por Pedro Passos Coelho, designadamente nos ministérios das Finanças, Segurança Social, Ambiente, Justiça, Agricultura, Economia, Cultura e Saúde.
A publicação da sua nomeação saiu no mesmo dia em que o Presidente da República chamou António Costa para formar um novo executivo. Os despachos de nomeação foram assinados entre o final de outubro e início de novembro, alguns a 10 de novembro, dia em que o programa apresentado pela coligação Portugal à Frente foi votado e chumbado no Parlamento. Estas nomeações produzem efeitos antes da sua publicação. 
Só esta terça-feira, foram cerca de 100 as designações publicadas noDiário da República para preencher lugares no Governo da dupla PSD-CDS que está já de saída(...).
______________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home