quarta-feira

Reação vagal" de Cavaco e vaias ao Governo marcam 10 de junho

Reação vagal" de Cavaco e vaias ao Governo marcam 10 de junho



Cavaco teve "uma reação vagal". "Ao lado das forças republicanas ...", foi a sua última frase, antes de caír. Retomou com "um tributo ao combatente português". Como pano de fundo, vaias ao Governo.


'Reação vagal' de Cavaco e vaias ao Governo marcam 10 de junho



[...] foi a última frase do Presidente antes de caír, amparado por elementos das forças de segurança. Antes, um esgar de mau estar, igual ao que, em 1995, antecipou o desmaio de Cavaco na tomada de posse do então primeiro-ministro, António Guterres.[...]

_________

Obs: Amanhã será mais uma "reacção vagal" numa reunião da NATO; depois será outra reacção mais vagal ainda em N.Y., na ONU...

- Por onde passar, Cavaco será sempre aquele fraco presidente que fará fraca a forte gente. 

- Pergunto-me se, afinal, o PR calça sapato nacional ou manda vir de fora (como faz o ministro da Economia - o que faz milagres que ninguém conhece) ?!

_____________



Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home