domingo

O exemplo de político

O primeiro-ministro sul-coreano após a intervenção televisiva em que anunciou a sua demissão
"Peço desculpa por ter sido incapaz de impedir este acidente de ter acontecido e de ter sido incapaz de gerir corretamente as suas consequências", disse Chung Hong-won que afirmou, em seguida, que, por isso, "devo assumir as minhas responsabilidades e pedir a demissão".(...)
________
Obs: É fácil concluir que o PM norte-coreano nenhuma responsabilidade directa tem relativamente a este acidente, mas, por uma questão de ética - e respeitando um código moral rígido (muito oriental) - entende assumir as responsabilidades e pedir a demissão.
- O contraste com o que se passa nos países do Ocidente, e em particular Portugal, revela um contraste colossal. Por cá, os agentes políticos são os verdadeiros responsáveis pelos crimes económicos, sociais, financeiros e morais praticados entre as populações e, apesar desses crimes de lesa-pátria (cometidos mediante políticas públicas erradas e criminosas), ainda pedem às populações o seu voto.
- Porventura, valerá a pena meditar na demissão do PM norte-coreano e tentar perceber o que se passa entre nós... 
- Sobretudo, com um governo que só se mantém ligado à máquina porque o sr. Silva entendeu concluir o seu medíocre mandato sem interrupções governativas. Julga que, assim, ficará na história...

____________


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home