quarta-feira

União Europeia Portugal na nona posição entre os mais pobres

Este ano, o país cairá mais um lugar no ranking do PIB Per Capita, sendo ultrapassado pela Lituânia. Segundo o Jornal de Notícias, a ajuda externa irá manter o país afastado dos níveis da União Europeia.
ECONOMIA
Portugal na nona posição entre os mais pobres
DR
A riqueza média por habitante em Portugal cairá em 2014. Quem o diz é o comissário Olli Rehn, que confirmou o declínio, apesar da economia portuguesa ter razões para crescer entre 1 e 1,5% este ano. [...]
________

Obs: Em rigor, não é necessário ouvir as opiniões da UE para registar o empobrecimento estrutural da economia portuguesa e dos portugueses na sua globalidade. Pessoas e empresas afundam-se em dívidas, outras emigram compulsivamente e as que ficam vivem na quase indigência de pais e avós. 

Esta dura realidade contrasta de forma estrondosa com a propaganda laranja da máquina publicista de Passos coelho. 

Por outro lado, segundo creio, o governo socialista está há quase três anos fora do aparelho de poder, pelo que a responsabilidade, ou boa parte dela por este andrajoso estado em que nos encontramos, deve ser assacada a quem governa. 

Recorrentemente, evocam-se as exportações, o porta-aviões de algumas bandeiras partidárias, para tentar justificar o crescimento da economia portuguesa, mas essas mesmas exportações - paradoxalmente - também se fazem à custa de destruição de emprego e de não reestruturação da economia nacional, que ainda é mal organizada, vulnerável e muito dependente dos apoios do Estado. 

Por tudo isto, não surpreende que estejamos atrás de um país báltico, i.é, dantes dizia-se que Portugal estava na cauda da Europa, hoje é lícito afirmar que estamos na cauda da cauda. Na prática, começamos a ser os piores entre os maus, e esta circunstância, convenhamos, não pode ser assacada ao desgraçado do Tó Zé - que ainda tenta perceber que papel a política nacional lhe reserva(rá). 


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home