quarta-feira

Julgamento de um regime inteiro

Foto de Rui Matos.

Julgamento de um regime inteiro

- Ricardo, no fundo, foi o garanhão que lixou a malta toda...O grande CORRUPTOR do regime.

- Mais do que um ex-PM, creio que o que estará em causa neste imenso julgamento - é um regime inteiro, que um banqueiro, durante quase 40 anos, conseguiu manipular, influenciar, seduzir, subornar, enfim, corromper em função de interesses pessoais, de banca/BES, e não em função dos interesses de Portugal e dos portugueses.

- Até Paulo Portas, que à última tentou safar o seu velho amigo Ricardo, se demitiu "irrevogavelmente" da "geringonça de direita" na esperança de fazer cair Passos e, com isso, abafar o caso BES-PT e tutti quantti. Porém, o sr. submarino não teve força para tanto. Mas o empresariado compensou-o, e hoje é "petroleiro" na M.Eng., donde, aliás, nunca saiu, mesmo quando era MNE (ou fingia que era).

- No fundo, portas (outro homem de letra pequena) nunca deixou de ser Ministro das Obras Públicas da maior Construtora de Portugal. Foi para a política para servir os empresários amigos e financiar o PP -  que até fazia votar eleitores já falecidos. Milagre que não é exclusivo do cds..

- Tudo isto nos permite concluir, com larga segurança, que a acusação patente no Comunicado da PGR é não apenas uma bastonada no ex-PM, mas, acima de tudo, uma acusação de um regime inteiro que Ricardo sempre corrompeu, leia-se, o Bloco Central dos interesses (PSD+PS e marginalmente o cds), incluindo aqui como elementos passivos dessa corrupção os media, sempre de mão estendida; e a Justiça, sempre ineficaz e subserviente aos poderosos e um povo alienado, porque uma sociedade civil fraca gera um povo manso, como diria Torga.

- Talvez seja por esta ordem de razões, alinhadas de forma pouco sistemática, que aqui defendemos que Socas não deve cair sozinho. Seria até injusto que tal ocorresse. 

- Já agora, reformulo a questão infra: alguém viu por aí o bava e o h. garganeiro?!

______________________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home