terça-feira

Passos Coelho: o mentiroso compulsivo e o grande pantomineiro e a (sustentabilidade) da Segurança Social

O GRANDE PANTOMINEIRO


- Já pouca paciência tenho para ver e ouvir um mentiroso compulsivo e uma pessoa impreparada e palavrosa dissertar sobre a cousa pública em Portugal. Em particular, sobre a sustentabilidade da segurança social (SS) que ajudou a falir. 

- Aqui, o alegado PM disse que há um défice crónico na SS e que, para o efeito, o Orçamento de Estado teve de efectuar várias transferências para a Instituição a fim de a mesma poder assegurar o seu funcionamento e observar os seus compromissos sociais. 

- Talvez o sujeito Passos Coelho pudesse dar um contributo inestimável para a sustentabilidade da SS, bastaria que aquele observasse a lei e fizesse as suas contribuições para aquele importante sistema que o mesmo ajudou a falir, não observando aqueles descontos (em grosseira violação da lei que anos antes aprovara, na qualidade de deputado em regime de exclusividade de funções -  enquanto trabalhava para a Tecnoforma...), que todos os portugueses estão obrigados, agravado pela condição de contribuinte relapso também em matéria fiscal. 

- Em suma: Passos Coelho não tem qualquer legitimidade e credibilidade para continuar a ser PM, num estado de direito já teria sido demitido pelo PR (se este fosse isento e rigoroso), ou as demais instituições do sistema político em Portugal já teriam desencadeado o dispositivo do impedimento constitucional que o impediria de continuar em funções, em nome do interesse nacional. 

- É por esta razão que Passos Coelho é o grande pantomineiro que polui a vida pública em Portugal, agravou todos os indicadores socioeconómicos de desenvolvimento na economia portuguesa, e é por essa circunstância que é, há anos, um pássaro ferido só mantido no poder pelos sucessivos favores e balões de oxigénio injectados por Cavaco em S. Bento, que, por seu turno, precisa do alegado PM para terminar o seu mandato presidencial com alguma dignidade institucional -  nesta relação simbiótica e parasitária entre Belém e S. Bento.

________


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home