quinta-feira

Evocação de Mário Cesariny -

Nota prévia: Vale sempre a pena regressar ao pensamento surrealista de um cidadão excepcional, de Benfica, que deixou um traço indelével no mundo em que viveu. 

____________

Homenagem a Cesariny no 10.º aniversário da sua morte

Resultado de imagem para cesariny

Lembra-te

Lembra-te 
que todos os momentos 
que nos coroaram 
todas as estradas 
radiosas que abrimos 
irão achando sem fim 
seu ansioso lugar 
seu botão de florir 
o horizonte 
e que dessa procura 
extenuante e precisa 
não teremos sinal 
senão o de saber 
que irá por onde fomos 
um para o outro 
vividos 

Mário Cesariny, in "Pena Capital" 
________________

Para os Lábios que o Homem Faz

Para os lábios 
que o homem faz 
que atraem beijos 
ao redor do mundo 
ficou na nossa memória 
em qualquer parte    a qualquer hora 
um pedaço 
de pão 

Promessa 
que se cumpre 
que alimenta 
o mundo 

Olhos 
a exigir 
uma floresta 

Mário Cesariny, in "Pena Capital" 
_______________

Um Grande Utensílio de Amor

um grande utensílio de amor 
meia laranja de alegria 
dez toneladas de suor 
um minuto de geometria 

quatro rimas sem coração 
dois desastres sem novidade 
um preto que vai para o sertão 
um branco que vem à cidade 

uma meia-tinta no sol 
cinco dias de angústia no foro 
o cigarro a descer o paiol 
a trepanação do touro 

mil bocas a ver e a contar 
uma altura de fazer turismo 
um arranha-céus a ripar 
meia-quarta de cristianismo 

uma prancha sem porta sem escada 
um grifo nas linhas da mão 
uma Ibéria muito desgraçada 
um Rossio de solidão 

Mário Cesariny, in 'Discurso Sobre a Reabilitação do Real Quotidiano

_________________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home